EJA e Educação Profissional do CSI como agente de reflexão e transformação

Por Pedro Tostes e Gilvan Alcântara

“O colégio não está em busca do aluno nota 10, mas você poderá se tornar um ao longo de nossa caminhada. Se isso ocorrer, é porque conseguiu vislumbrar o que há de mais essencial: o outro”

Uma educação que busca a formação integral é aquela que proporciona ao aluno, no seu dia a dia, a oportunidade da reflexão. Há mais de 50 anos, o Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e a Educação Profissional do Colégio Santo Inácio, cursos oferecidos no período noturno, têm como lema a promoção da justiça social através da educação, ressignificando a aprendizagem e levando seus alunos a refletirem sobre o melhor caminho e seus papéis na sociedade.

O EJA e a Educação Profissional, totalmente gratuitos, são o retrato de que este colégio contribui firmemente com sua missão, levando oportunidade e luz à vida daqueles que por aqui passam. Partindo desse princípio, todos nós, dentro desta instituição, nos colocamos como agentes de transformação de realidades. A ideia é receber e repassar, de forma contagiante.

E os números não mentem: são mais de 20 mil alunos que puderam concluir seus estudos ou ingressar em um curso profissionalizante, descobrindo, pelo carisma inaciano, o seu valor e a consciência de que a educação ainda é a ferramenta mais poderosa de transformação da vida das pessoas. O Noturno é uma das obras sociais mais significativas da Companhia de Jesus no Rio de Janeiro e atende alunos de diferentes idades, que estejam em desfavorável situação socioeconômica, os quais podem cursar da 8ª fase do Ensino Fundamental ao Ensino Médio, com possibilidade de estender sua formação com os cursos de Administração, Análises Clínicas, Enfermagem ou Informática. Para que isso seja possível, os estudantes desfrutam de toda a infraestrutura do colégio no turno da noite.

A formação integral oferecida a esses alunos possibilita o desenvolvimento de suas potencialidades, nas várias dimensões do ser humano, despertando para a consciência crítica frente à realidade pessoal, comunitária e social. A história de cada um é exemplo incontestável, como a de Gilvan Alcântara, que, como antigo aluno do Noturno, percebeu a necessidade de ser mais para os demais. Hoje é professor no curso de Análises Clínicas: “Quando um aluno sobe um patamar a mais na educação, a vitória pessoal tem seu mérito, mas sobretudo quem ganha com esta qualificação é a sociedade, pois um aluno qualificado e instrumentalizado é capaz de promover mudanças na comunidade em que está inserido de forma mais sólida e contundente”, conta.

Participar de um projeto que pode efetivamente transformar a vida das pessoas é buscar responder concretamente ao chamado que Deus nos faz, cotidianamente, de trabalhar pela implantação do seu sonho para todo ser humano, que é: "que todos tenham vida e vida em plenitude." (Jo 10, 10). Viva o Noturno do CSI!
Para saber mais sobre o EJA e a Educação Profissional, acesse: https://www.santoinacio-rio.com.br/s/index.php/academico/2014-05-15-23-42-39

Por:  Pedro Tostes, coordenador da Formação Cristã do Noturno, e Gilvan Alcântara, antigo aluno do Curso Noturno e atualmente professor no Curso Profissionalizante de Análises Clínicas.