Alteridade e cidadania global

Alunos do 7EF participam de jogo “olho no olho”

A “batata quente” é uma brincadeira tradicional de roda, quem fica com a batata quente “se queima”. Aqui no CSI, essa brincadeira tão antiga se transformou em um jogo de empatia e solidariedade chamado “olho no olho”. Ao invés de “se queimar”, o participante sorteia um comando e escolhe uma pessoa para executarem juntos a ordem. Instruções como “Acho que se parece comigo”, “Não conheço muito bem, mas adoraria que fôssemos amigos” e “Parece uma pessoa solidária” são dadas, e a regra é simples: escolher alguém que não seja um amigo próximo. Escolhida a pessoa, elas se olham nos olhos e se abraçam.

“Estamos trabalhando o tema alteridade e cidadania global com o 7º ano EF. O objetivo desse jogo é que os alunos possam se aproximar, ‘olhar’ aquele que está tão próximo no dia a dia, mas para o qual não dedicamos muito tempo para conhecer melhor”, explicou Sabrina Bonfatti, orientadora da série, que realizou a atividade na primeira semana de maio, no Pátio do Sino.